Em 2018 o Instagram lançou várias novidades no que diz respeito ao seu algoritmo. E as empresas que quiserem atingir bons resultados com essa plataforma, precisarão conhecer as novidades e se adaptar rapidamente. Conheça todas as últimas atualizações e como utilizar as mudanças no algoritmo do Instagram a seu favor.

Feed quase em ordem cronológica

Como era

Em 2016 o feed do Instagram deixou de ser cronológico e passou a ser baseado em relevância. Através de um algoritmo sofisticado, a plataforma conseguia identificar quais publicações seriam mais relevantes a cada usuário e elas eram exibidas primeiro.

Com essa mudança, os posts da sua empresa pararam de ser exibidos para várias pessoas. Apenas quem interagia com suas publicações viam as demais.

Como ficou

Desde essa mudança em 2016 os usuários do Instagram vem reclamando e pedindo o feed cronológico de volta. E os seus pedidos foram ouvidos (em partes). Na mais recente mudança, a rede social afirmou em comunicado oficial que baseado no feedback dos usuários, eles estão fazendo mudanças para garantir que os posts mais novos tenham mais probabilidade de aparecerem primeiro no feed.

Isso significa que ainda haverá análise de relevância das publicações, mas elas estarão mescladas com os posts mais novos.

Especialistas afirmam que com o algoritmo a disputa por um espaço no feed dos usuários ficou ainda mais acirrada. Estima-se que apenas 10% dos seguidores estejam realmente vendo suas postagens. Mas existem meios para atingir cada vez mais pessoas.

Como usar o algoritmo do Instagram a seu favor

1 – Tenha um perfil comercial

Ter um perfil comercial no Instagram possui vários benefícios para marcas. Além das novas funcionalidades, uma novidade fará com que você queira migrar imediatamente: na última atualização do algoritmo, as business accounts estão sendo privilegiadas, possuindo alcance maior do que as contas comuns.

2 – Evite editar publicações nas primeiras 24h

Editar os posts menos de 24h após a publicação pode comprometer muito o alcance. E sem alcance, suas publicações não terão engajamento e a divulgação da sua marca ficará comprometida.

3 – Aposte no Stories

Enquanto a mudança do algoritmo irá dificultar o alcance das publicações, o stories continua intacto, possuindo um algoritmo próprio. Ao contrário do que acontece com as publicações no feed, você irá receber todos as histórias publicadas pelos seus amigos.

O Stories possui mais de 300 milhões de usuários ativos por dia e o seu negócio não pode ficar de fora! Aposte em publicações menos elaboradas, ou seja, mais fotos de celular e menos peças gráficas. Isso fará o usuário aproximar da sua empresa.

Além disso, se suas Stories tiverem bom engajamento, isso será uma indicação para o Instagram que os seus posts também são interessantes, aumentando o alcance das publicações tradicionais.

4 – Fomente o engajamento

Se as suas publicações serão mostradas para mais pessoas dependendo do engajamento que ela obtiver, é importante fomentar o engajamento a todo o momento. Faça perguntas para seus seguidores e produza conteúdo interessante.

E engajamento não é apenas curtidas e comentários. O tempo que o usuário fica parado na sua postagem também é avaliado. Para isso, dois pontos são muito importantes:

  • Publicações em vídeo – como elas são mais demoradas, o usuário fica mais tempo parado na sua publicação, aumentando a possibilidade desse post atingir mais pessoas.
  • Legendas inteligentes e com tamanho certo – se você publicar uma legenda muito pequena, não vai conseguir ganhar mais tempo do usuário na sua publicação. Mas ao mesmo tempo, a legenda não pode ser muito grande a ponto de fazer com que ele desista de ler o resto. É preciso encontrar um equilíbrio ideal.

Veja mais detalhes sobre o que é considerado interação no próximo tópico.

O que é considerado interação

Interação parece um conceito muito simples, certo? Curtidas e comentários são interações. Mas no Instagram isso não é tão simples quanto parece. Existem várias nuances para o que é considerado interação na rede e depois da última atualização no algoritmo isso ficou um pouco mais complexo.

Curtidas

No quesito curtidas não há muito mistério sobre o que é considerado interação. Ao curtir uma foto no seu feed você “marcou um ponto” na hierarquia das interações.

Comentários

Nos comentários a situação já muda um pouco. Comentários curtos, principalmente aqueles com apenas uma palavra, poderão não contar mais como engajamento. Responda os comentários na sua conta e comente na conta de parceiros com quatro palavras ou mais. Assim você terá mais chances do seu comentário contabilizar como engajamento.

Tempo gasto em cada post

Como dito no último tópico, o tempo gasto em cada post também pode contar como interação. Para garantir que os usuários passam cada vez mais tempo no seu post, a dica de ouro é apostar em vídeos e álbuns. Mas se for optar por conteúdo com imagem, capriche na foto ou na peça gráfica. Faça algo que chame a atenção do usuário e faça ele gastar tempo ao se deparar com ela no feed.

Ver mais da legenda

Quando o usuário clica em ver mais na sua legenda, isso também é contado como interação. Então você precisa apostar em legendas não tão pequenas. Mas cuidado para não exagerar e colocar um textão que quando o usuário abrir a legenda, irá desistir de continuar.

Visualização do Stories

Há quem diga que apenas visualizar o Storie já conte como interação. Afinal, é preciso uma ação do usuário para visualizar a sua história.

Resposta a enquete no Stories

Responder uma enquete no Stories também conta como uma interação. Então, em toda oportunidade que você tiver, insira esse recurso em sua publicações.

Ver mais no Stories

Quando você insere um link na história e o usuário “arrasta para cima” para visualizar o conteúdo, isso também conta como interação.

Vale lembrar que todas as interações feitas no Stories “contam pontos” para suas publicações convencionais também.

Algoritmo instagram

Estratégia de hashtags

Como era

Antes da última atualização do algoritmo do Instagram, a indicação era utilizar o primeiro comentário para colocar várias hashtags que tinham a ver com o conteúdo da publicação ou com o seu negócio.

Mesmo nessa época várias empresas faziam uso errado das hashtags, colocando 20 hashtags em um mesmo post e o pior: eram sempre as mesmas.

Mas agora isso mudou radicalmente. Veja como ficou:

Como ficou

Onde colocar as hashtags

Agora o ideal é colocar as hashtags na legenda do próprio post e não mais no primeiro comentário. As que estiverem no primeiro comentário poderão não aparecer na busca. Ou seja, não terão qualquer efeito sobre a estratégia de divulgação dos conteúdos.

Quantas utilizar

O Instagram permite publicar até 30 hashtags por publicação. Mas você precisa ter parcimônia. O indicado é inserir no máximo 5 por post. Ao colocar muitas hashtags em uma mesma publicação, você corre o risco de ser visto como spam, fazendo com que os posts sequer apareçam no feed.

Seguir hashtags?

Assim como as pessoas seguem amigos e empresas, agora também é possível seguir hashtags. Em vez de ser necessário pesquisar toda vez que quiser saber sobre um determinado assunto, o usuário pode receber as publicações no próprio feed.

Mas existe um pequeno porém para as empresas: o usuário pode marcar uma determinada publicação como não importante para aquela determinada hashtag. Então é muito importante inserir hashtags que têm relação com o conteúdo da publicação.

Se o seu conteúdo for marcado como não relevante várias vezes, é possível que sua conta entre em shadowban. Isso significa bloquear um usuário de uma rede social de forma que ele não perceba que foi banido.

Confira outras novidades sobre o Instagram em nosso Blog.

 

Tags: ,