Como fazer análise SWOT para redes sociais

A Análise SWOT para redes sociais é uma ferramenta que permite à sua empresa ter um entendimento mais completo sobre os elementos que afetam sua estratégia digital. Focando tanto em fatores externos quanto internos, esse modelo analítico é fundamental para a manutenção de bons resultados.

O grande objetivo de um gerente de marketing é estabelecer uma relação frutífera com o público-alvo da empresa. Na era digital, é impossível falar disso sem citar estratégias voltadas para redes sociais, canais que agregam um público extremamente variado e engajado. É preciso, contudo, saber utilizá-los com excelência.

A partir de uma abordagem bem direcionada, redes como o Instagram e o Facebook podem se tornar ferramentas efetivas na atração, na conversão e na fidelização de consumidores. Só que, como você pode imaginar, a concorrência nesse ambiente costuma ser ferrenha, o que exige do gestor ter um pensamento essencialmente estratégico.

Pensando nisso, nada melhor para o desenvolvimento e a otimização de estratégias eficientes do que o uso da Análise SWOT para redes sociais. Essa metodologia, há muito tempo utilizada no marketing, facilita o entendimento dos fatores que compõem e cercam sua marca. 

Quer saber mais sobre o assunto? Continue lendo e confira!

O que é a Análise SWOT?

Antes de nos aprofundarmos em sua atuação no ambiente das redes sociais, vamos compreender o que, de fato, é a Análise SWOT. Trata-se de um modelo analítico voltado para a avaliação e o desenvolvimento de planos estratégicos, partindo de um conhecimento completo sobre os fatores que afetam a empresa, tanto no âmbito interno quanto no externo.

Para isso, a ferramenta foca quatro elementos, cujas iniciais formam o acrônimo SWOT: Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats. Contudo, é bem possível que você se depare com a nomenclatura FOFA, que nada mais é que a versão traduzida para o português. Nesse caso, os componentes são: Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças.

Em ambos os casos, a ideia é a mesma. Acredita-se que, ao mapear os fatores externos que influenciam a estratégia, é possível se antecipar a possíveis oportunidades e ameaças. Da mesma forma, a partir de um exercício de autoconhecimento, ou seja, olhando para os fatores internos, é possível identificar os pontos fortes e fracos da marca.

Para facilitar o entendimento analítico, a SWOT é geralmente representada por quatro quadrantes.

Analise Swoat para redes sociais

Foto: Rock Content

Quais são as vantagens de realizar uma Análise SWOT para redes sociais?

Embora seja um modelo pré-definido, a Análise SWOT é extremamente flexível em relação aos seus objetos de estudo. Ela pode ser implementada para analisar as atividades da empresa no mercado de modo geral ou para focar uma estratégia específica, como o uso de redes sociais.

Sendo assim, se você usa esses canais em sua abordagem de Marketing Digital, a implementação da matriz FOFA pode auxiliar no entendimento sobre as peculiaridades da estratégia e possibilitar sua constante otimização. Pegue como exemplo o processo para escolher as melhores hashtags.

Decisões acertadas nesse sentido podem abrir portas para que sua marca seja encontrada rapidamente pela persona, impactando diretamente os resultados da empresa. Então, fica fácil notar que a atuação em redes sociais é uma atividade que deve ser encarada de forma estratégica, de modo que sua empresa obtenha os melhores resultados.

Isso implica o fato de que o uso da ferramenta não deve se limitar às etapas de tomada de decisão que precedem a execução de campanhas. Ela deve acompanhar a estratégia durante seu desenvolvimento, de modo a garantir a manutenção de sua relevância, encontrar oportunidades para melhorias e evitar ameaças que prejudiquem o desempenho.

Sendo assim, um dos impactos mais relevantes do uso da Análise SWOT para redes sociais é no retorno sobre o investimento. Independentemente de você utilizar uma abordagem paga ou orgânica, o mapeamento possibilitado pela SWOT ajuda a identificar as forças e as fraquezas da investida, elevando assim sua eficiência.

Afinal, sem um olhar atento aos pontos fortes e fracos do seu Marketing Digital, você pode não notar uma alteração nas características do seu público-alvo. Se isso acontecer, sua marca vai desperdiçar tempo e recursos na criação de conteúdos e anúncios que, embora qualificados, não se mostram mais tão eficazes.

Fica claro, então, que a matriz SWOT deve acompanhar qualquer estratégia de redes sociais, de modo a mapear suas características principais e possibilitar sua otimização.

Além disso, analisando os fatores externos relacionados a ameaças e oportunidades, ela possibilita a antecipação de tendências e dá à empresa uma importante vantagem competitiva em relação aos outros agentes do mercado.

No próximo tópico, vamos lançar um olhar mais aprofundado sobre como você pode aplicar essa ferramenta em sua gestão de redes sociais

Continue a leitura para saber!

Como essa ferramenta pode ser aplicada em redes sociais?

Para aplicar a Análise SWOT em redes sociais, o primeiro passo é reunir pessoas que estejam envolvidas no processo estratégico e possam trazer insights interessantes. Isso porque a ferramenta envolve sessões de brainstorming, que buscam levantar questões relacionadas a cada um dos quatro quadrantes. Agora vamos focar cada um deles.

Strengths (Forças)

O primeiro passo da Análise SWOT é olhar para os fatores internos de sua estratégia de redes sociais e identificar seus pontos fortes. Aqui, é importante ressaltar que, além da opinião de profissionais envolvidos no processo, esse tipo de análise deve ser embasado por dados, a fim de aumentar sua eficácia.

Portanto, observe as estatísticas e as métricas relacionadas à abordagem, que geralmente são disponibilizadas pela própria plataforma. Se você utiliza o Instagram, por exemplo, pode contar com dados que indicam o alcance de cada post, as ações tomadas por seus seguidores e as regiões em que você causa melhor impacto.

Com tais informações em mãos, você deve orientar seu time a realizar as perguntas certas. Alguns exemplos são:

  • Que tipo de conteúdo somos bons em fazer?
  • Qual é nosso principal diferencial em relação a outros perfis?
  • O que fazemos que ninguém mais faz?
  • Quais experiências são oferecidas a nossos seguidores?
  • O que nossos seguidores mais gostam de consumir?
  • Qual é a nossa vantagem competitiva na rede?

As respostas para essas questões vão trazer insights que, se forem bem utilizados, poderão servir como um norte para o desenvolvimento de campanhas e para a otimização do uso da rede.

Weaknesses (Fraquezas)

Depois de definir com clareza quais são os pontos fortes da sua atuação nas redes sociais, é hora de se voltar aos pontos fracos. Aqui, é importante notar que, mesmo identificados, eles podem ser difíceis de serem modificados. Ainda assim, compreendê-los é fundamental para que a gestão se mantenha no controle da situação.

As fraquezas de uma estratégia digital podem ser relacionadas aos formatos dos conteúdos que você prioriza ou mesmo aos horários em que as postagens são realizadas. Mais uma vez, é fundamental utilizar dados que sirvam como base para a identificação desses elementos e, então, trabalhar no desenvolvimento de perguntas relevantes:

  • O que nossos concorrentes fazem melhor do que nós?
  • Quais são as reclamações de nossos seguidores?
  • O que está impedindo nosso crescimento?
  • Quais recursos nos faltam?
  • O que podemos fazer para melhorar?

Nesse processo, você vai notar rapidamente alguns pontos que indicam uma ineficiência na abordagem. Pode ser, por exemplo, que seus posts alcancem um grande público, mas que tragam pouco engajamento. Entender isso é o primeiro passo para desenvolver uma solução, que, no caso, pode passar pelo uso de conteúdos interativos.

Opportunities (Oportunidades)

Depois de identificar as forças e as fraquezas, é hora de analisar os fatores externos da estratégia, a começar pelas oportunidades. Nesse caso, não existe exemplo mais claro do que o mapeamento de palavras-chave. Como você sabe, o uso dos termos mais apropriados pode atrair sua persona diretamente ao seu conteúdo, facilitando a conversão.

Acontece que, como a internet muda com extrema velocidade, termos relevantes hoje podem se mostrar obsoletos amanhã. A solução, então, é se antecipar às tendências e desenvolver conteúdos com palavras-chave que apresentem um bom potencial de crescimento em curto prazo. Quer exemplos?

Grandes eventos, independentemente de seu caráter, costumam gerar uma grande mobilização do público nas redes sociais. Se você se organizar, pode utilizá-los como oportunidade para gerar engajamento para sua marca, mesmo que não haja uma relação direta entre suas soluções e o evento em questão.

Imagine, então, o período de abertura dos Jogos Olímpicos de 2020. Trata-se de um assunto que será debatido em toda a esfera digital, concorda? Identificar situações como essa possibilita a criação de conteúdos extremamente benéficos para suas redes sociais.

Threats (Ameaças)

Por fim, é preciso mapear as ameaças. Nas redes sociais, elas são geralmente caracterizadas por uma mudança no comportamento do público, especialmente em suas preferências de consumo. Então, é preciso observar até mesmo as ações que parecem trazer excelentes resultados ao negócio, já que isso pode mudar rapidamente.

Portanto, durante um brainstorming focado nas ameaças, incentive a equipe a imaginar quais variações podem influenciar as preferências de consumo do público. Se você usa o Instagram, por exemplo, sabe que a rede lança novos formatos de conteúdo com frequência, como os filtros de stories, as enquetes, os quizzes, entre outros.

Se você não se preparar para explorar os novos recursos, eles podem representar uma forte ameaça para sua marca.

Outro ponto que deve ser analisado nessa fase da Análise SWOT é a migração do seu público para novas redes. Por mais que você tenha uma presença digital já consolidada, o surgimento de novos canais, como o Tik Tok, exige que você considere expandir seu escopo de atuação. Algumas perguntas que podem ser eficazes nessa etapa são:

  • Quais são nossos principais concorrentes?
  • Existem novos perfis que podem “roubar” nossos seguidores?
  • Nossa base de seguidores está diminuindo?
  • Nossos investimentos estão sendo justificados?
  • Existem novas tendências que podem prejudicar nossa estratégia?

A Análise SWOT para redes sociais serve para resguardar a atuação da sua marca no ambiente digital e garantir a otimização da estratégia. A partir da identificação dos pontos fortes e fracos, você pode realizar as mudanças necessárias para melhorar os resultados. Já o estudo de oportunidades e ameaças permite que você se antecipe aos competidores.

Ao longo do texto, mencionamos que essa ferramenta pode ser utilizada para diversos fins. Continue se informando sobre o assunto e veja como você pode aplicar a Análise SWOT para avaliar sua estratégia de Marketing Digital!

Conteúdo produzido pela Rock Content.

AboutRock Content
a Rock Content é uma empresa líder em marketing de conteúdo, uma estratégia fantástica para alavancar os resultados de qualquer negócio.
Venda a sua assinatura no Instagram pelo Close Friends e Perfil Privado ou pelo Grupo Privado do Telegram Comece Agora!