No blog Marketing nas Redes Sociais já falamos sobre as inúmeras vantagens de usar uma ferramenta de automatização. Hoje vamos descrever um passo a passo que vai auxiliar o novo usuário a aprender como configurar o Bume. Essa configuração vai ter um papel essencial para que a ferramenta aja de forma otimizada na aquisição de seguidores reais e engajados no Instagram.

Cada perfil tem um objetivo diferente e o seu público alvo específico na busca por seguidores. Por isso a primeira parte da configuração é definir qual o perfil de usuário que será interessante interagir de forma automática com o objetivo de que ele siga de volta. E para isso é preciso conhecer sua persona.

Ao entrar no Bume você precisa já contar com três perfis de referência. Depois você poderá configurar mais perfis de referência, mas esses três primeiros são primordiais. Depois é aconselhável ir até as configurações avançadas para definir:

  • as ações (seguir, deixar de seguir, curtida de engajamento);
  • a quantidade de pessoas que você quer seguir ao máximo;
  • quem poderá deixar de seguir;
  • e muito mais.

Então, vamos com calma. Veja o passo a passo na sua configuração:

Passo 1 de como configurar o Bume: vincule sua conta no Instagram

Para realizar o primeiro passo, você deve acessar seu dashboard e cadastrar com login e senha do seu perfil. Vale lembrar que o Bume não terá acesso a senha do seu Instagram. Essa etapa é totalmente segura e não há motivo para se preocupar.

Passo 2 de como configurar o Bume: perfis de referência

Ao ter em mãos uma persona bem definida, podemos começar a configuração. Você vai pegar aquelas características marcantes do público para procurar perfis de referência. O Bume vai entrar nesses perfis e vai interagir com os seguidores deles. Por isso, usar perfis de concorrentes e de negócios relacionados ao seu é o mais indicado nesse caso. Após definir os perfis de referência o Bume vai seguir e curtir as fotos das pessoas que são seguidores dos perfis que você determinou.

Confira algumas dicas para definir esses perfis de referência:

  1. Evite perfis muito grandes de pessoas muito famosas (lembre-se que será preciso segmentar para encontrar pessoas realmente interessantes para você);
  2. Busque perfis com mais de 5 mil e menos de 100 mil seguidores;
  3. Busque perfis que tenham mais curtidas e comentários que o seu;
  4. Tente incluir no mínimo 5 e no máximo 10 perfis.

Passo 3 de como configurar o Bume: configurações

Depois, vá em Configurações Avançadas e verifique se os itens curtida de engajamento; Seguir e Deixar de seguir estão acionados.

Curtida de Engajamento

Com o “curtida de engajamento” habilitado o Bume vai curtir fotos dos perfis listados em seu feed e aumentar os engajamento com sua conta.

Seguir

Já com o “seguir”, ele segue os perfis de referência listados por você no botão Público-alvo. Lá é possível segmentar o seu público também por gênero, caso seu negócio seja algo específico para homens ou mulheres. Além disso, após um período de avaliação o sistema te dá um retorno se aquele perfil tem um desempenho razoável, bom ou ruim, com base no número de seguidores que ele trouxe. Essa informação estará disponível no menu Público-alvo.

Deixar de Seguir

O “deixar de seguir” também é essencial para o sucesso do seu perfil, pois o Instagram só permite que uma conta siga aproximadamente 7 mil usuários. E como o Bume funciona a partir do princípio “seguir para conquistar seguidores”, é preciso estar sempre seguindo para atingir bons resultados.

Para configurar a função “deixar de seguir” você pode optar por deixar de seguir todos, ou apenas quem o Bume seguiu.

Seguindo no máximo

Em Configurações, é possível estipular um número máximo de seguidores. Por exemplo, você pode colocar que o sistema deve seguir no máximo 5 mil pessoas. Quando atingir esse limite, ele automaticamente muda para a função “deixar de seguir” e vai começar o processo de seguir novamente.

Passo 4 de como configurar o Bume: hashtags e localização

Após a definição dos perfis, a próxima referência essencial para o sucesso do Bume será a escolha de hashtags relacionadas ao seu negócio como fonte de referência. Você estará permitindo ao sistema seguir e interagir com pessoas que postam com a hashtag que você escolheu.

Os famosos jogos da velha seguidos de expressões conquistaram uma enorme importância nas legendas das fotos ou até mesmo nos comentários. Elas servem para categorizar o conteúdo da publicação e para facilitar a busca das pessoas. Por exemplo, se o seu negócio é um salão de beleza é essencial você utilizar hashtags relacionadas, como, #beleza, #hair #cortedecabelo e #mechas. Mas cuidado para não escolher termos muito genéricos, pois eles podem não surtir o efeito desejado.

Vale também colocar a sua localização, como #salaodebelezarj ou #salaodebelezasp, pois se uma pessoa estiver buscando um salão e procurar por essa hashtag ela vai encontrar o seu estabelecimento.

Outro passo importante na configuração do Bume é a localização. Assim como a hashtags, adicionar a localização vai contribuir para segmentar os seus seguidores. Ao determinar uma localização como fonte de referência, o Bume buscará por pessoas que fizeram posts marcando aquele local.

Uma dica é selecionar como localização uma cidade ou até mesmo um parque, bairro, shopping que seu público em potencial frequenta. Evitando locais muito abrangentes, como estados ou país.

Passo 5 de como configurar o Bume: listas seguras

O Bume te permite criar uma Lista Segura, ou seja, você pode selecionar pessoas que o sistema não deve nunca deixar de seguir. Lá é possível também definir quais perfis você não quer que o Bume siga.

Passo 6 de como configurar o Bume: mensagens diretas

Outra funcionalidade importante no momento de configurar o Bume é a utilização das mensagens diretas, que te ajudam a manter uma interação com os seus seguidores. Você escreve uma mensagem de boas-vindas para o seu novo seguidor. O ideal é que ela não seja muito extensa, mas que conte um pouquinho sobre os seus serviços ou produtos.

Essa mensagem será enviada imediatamente quando um usuário começar a te seguir de volta. Mas, existe um limite de mensagens diretas estipuladas pelo Instagram de 40 a 75 mensagens por dia. Por esse motivo suas mensagens não são enviadas automaticamente.

Passo 7 de como configurar o Bume: programar posts

Uma das funções mais recentes lançadas pelo Bume foi a opção de programar posts. Essa possibilidade facilita muito a administração de um perfil, pois você não precisa estar online na hora de fazer o post. Além disso, ela te auxilia na tarefa de ter posts programados, nos horários estratégicos para o seu negócio, mas sem estar refém do computador ou do celular naquele exato momento.

Passo 8 de como configurar o Bume: monitoramento

Para que o Bume tenha um resultado satisfatório, é essencial que você faça um monitoramento da evolução da sua conta diariamente ou pelo menos semanalmente. Basta acessar o dashboard ver os perfis de referência e hashtags que dão mais retorno, continuar investindo neles e retirar aquelas referências já esgotadas.

É preciso avaliar, por exemplo, como está o retorno dos perfis de referência. O ideal é que o retorno esteja entre 10% a 20%, caso esses números estejam abaixo, considere deletar o perfil com baixo rendimento e incluir outro.

Gostou do nosso passo a passo de como configurar o Bume? Esperamos que sim. Se tiver alguma dúvida, deixe o seu comentário ou entre em contato por meio da nossa página de suporte. Nós adoramos ajudar!

Faça o teste grátis por 5 dias e veja os benefícios para sua empresa:

Tags: ,

Posts Relacionados


Bume