A sua marca administra perfis em diversas redes sociais e fica difícil criar conteúdo para todos eles? Uma possibilidade para aliviar esse volume de trabalho está no cross posting.

Essa é uma técnica utilizada pelas marcas nas redes sociais que consiste em replicar suas publicações em mais de um canal diferente. Ou seja, significa pegar o post do Facebook e publicá-lo no Instagram ou no Twitter, por exemplo.

À primeira vista, o cross posting promete uma economia substancial de tempo para a equipe envolvida com a criação do conteúdo. No entanto, as coisas não são bem assim. É necessário considerar o lado positivo e o negativo dessa iniciativa.

Veja, a seguir, tudo o que você precisa levar em conta ao implementar o cross posting em sua marca!

Quais as vantagens do cross posting?

Na maioria dos casos, manter uma presença ativa nas redes sociais da sua marca é uma ótima forma de garantir sucesso em engajamento. Algumas plataformas, como o Facebook e o Instagram, costumam impulsionar o alcance de publicações que recebem mais interações, e uma maneira de ter esse retorno é aumentando seu número de posts.

Além disso, o cross posting vai contribuir para que você e sua equipe economizem tempo. Não será necessário pensar em um conteúdo específico para cada rede, já que o mesmo material será direcionado para todas elas. Ao contar com mais produtividade, será possível planejar ações mais estratégicas e detectar oportunidades vantajosas.

Utilizar o cross posting vai permitir que a presença da sua marca nas redes sociais fique mais robusta sem representar um compromisso de tempo e esforço significativo da sua parte e do seu time. É um recurso a se considerar dependendo das condições da sua empresa.

Quais as desvantagens do cross posting?

Em teoria, usar o cross posting pode ser considerado algo perfeito. No entanto, a realidade não é bem assim. Para começar, nem todo conteúdo é apropriado para todas as plataformas. Como seus formatos variam bastante, nem sempre o que você posta no Instagram vai funcionar bem no Facebook, por exemplo.

A sua prática pode causar um efeito negativo no seu público também. Aqueles que seguem a sua empresa em várias redes sociais podem ficar frustrados ao verem o mesmo conteúdo sendo repetido várias vezes, em múltiplos canais. A tendência é que queiram sempre publicações inéditas.

Isso faz com que seja criada a impressão de que seus posts são automatizados, afastando o público interessado em interagir e engajar-se com as publicações. Em vez de aumentar seu alcance, isso pode fazer com que ele diminua.

Você deve usar cross posting em sua estratégia?

Considerando os pontos positivos e negativos, você tem que avaliar as necessidades da sua marca e também as características do seu conteúdo para tomar a sua decisão. O cross posting pode representar um ganho de tempo e engajamento, mas traz alguns riscos que precisam ser levados em consideração.

O que pode dar certo no caso da sua marca é equilibrar as duas abordagens. Não aposte completamente no cross posting; em vez disso, utilize essa prática apenas com alguns posts. Assim, será possível contar com o benefício da economia de tempo sem correr os riscos mais graves.

Outra possibilidade envolve usar ferramentas que otimizem o tempo da equipe ao trabalhar com essas publicações. Existem diversos recursos capazes de tornar mais rápido o processo de redação e agendamento, permitindo que ganhe em produtividade.

Um exemplo é a DM automática do Instagram, por exemplo.

O cross posting é um exemplo de como diversas iniciativas no marketing digital contam com vantagens e desvantagens e é necessário considerar as suas características antes de tomar uma decisão. Dada a importância que os canais sociais têm para as marcas, é preciso garantir as escolhas corretas em todas as esferas para evitar que seus resultados sejam prejudicados.

Que tal ficar por dentro de mais novidades? Basta cadastrar o seu e-mail para começar a receber a nossa newsletter em sua caixa de entrada! Não perca essa oportunidade!

Tags: ,,,

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe um comentário


Bume