Você provavelmente já ouviu falar de Big Data ou tem alguma noção da importância dos dados no mundo corporativo. Não é surpresa para ninguém a vigília em que vivemos hoje.

Um exemplo disso que tem se tornado mais constante é a tendência de remarketing que às vezes assusta. De repente começam a aparecer na sua timeline anúncios oferecendo exatamente aquilo que você queria comprar.

Em alguns casos a pessoa jura que nem pesquisou pelo item na internet, mas apenas falou sobre o assunto e de alguma maneira foi “grampeada” pela empresa anunciante. Não é mágica e, muitas vezes, esse rastreamento tem uma base importante para funcionar, o relatório de monitoramento de redes sociais.

Obs: sugiro tentar uma abordagem diferente. Dessa forma o assunto está sendo visto de maneira negativa, como se o monitoramento fosse algo muito ruim ou muito invasivo.

O que preciso pensar ao montar o meu Relatório de Monitoramento de Redes Sociais?

Os relatórios automáticos gerados pelo Facebook e pelo Instagram, por exemplo, são migalhas dos dados já mastigados para você. Se você parar pra pensar na população conectada, verá que a sociedade foi traduzida em terabytes e mais terabytes de informações intermináveis.

Nossas pegadas digitais já são capazes de ocupar galerias imensas. Nesses armazéns da memória coletiva, registrada pelo digital, os servidores se tornam os grandes guardiões. São nuvens de informações, que para muitos valem mais que ouro.

Então, porque será que os dados importam tanto? Para nós, do marketing digital, os números são a base da medida do sucesso e as setas que apontam para novos destinos, novas tentativas. Sem os números é impossível saber se o trabalho de cultivar seus leads e a estratégia de conteúdo deram certo. Por isso, o poder de um relatório de monitoramento de redes sociais é algo levado a sério no blog Marketing nas Redes Sociais.

Estética

Já que avaliam o livro pela capa, vamos começar pela parte visual. Seu relatório precisa contar uma história e não apenas espalhar números e gráficos robustos sobre a tela. Use textos, texturas, imagens e crie uma apresentação interessante, para que os números consigam fazer sentido, seja com o objetivo de apresentação ou leitura individual do relatório.

Conteúdo

Monitore continuamente o desempenho do seu conteúdo. Colete tudo o que foi observado e anote os seus possíveis significados. Isso dará uma conexão do seu relatório com as informações que escolheu para alimentar a rede.

Um exemplo disso é mostrar a quantidade de comentários recorde nas suas publicações no Instagram e destacar aquele comentário que causou mais repercussão, complementando as suas informações.

Comparação

Sem um padrão de comparação os números não dizem muito. Geralmente em um plano de marketing digital é pedido um prazo mínimo de três meses antes de apresentar o primeiro relatório de monitoramento de redes sociais. Depois, é possível fazer um relatório por mês, por semana ou até por dia, comparando o período atual sempre com o anterior. Essa comparação é que vai mostrar em qual direção os seus resultados com as redes sociais estão caminhando.

Métricas

Defina métricas e indicadores de desempenho para seu monitoramento. Essas métricas devem ser explicadas em termos não só quantitativos mas também qualitativos.

Ferramentas

Como vimos, as próprias redes sociais e o Google fornecem dados e ferramentas de relatórios para sua conta empresarial.

Além desses caminhos básicos e extremamente necessários, como o Analytics, por exemplo, sugiro que busque aplicativos, softwares e tabelas inteligentes capazes de auxiliar no seu monitoramento. Para o Instagram existe o BUME que, além de impulsionar o crescimento de seguidores, também fornece números completos do crescimento da sua rede. Vale a pena conferir!

Independentemente do caminho que escolher para monitorar os resultados obtidos com suas ações nas redes sociais, não deixe de fazê-lo.

Caso precise de mais alguma dica ou ajuda para montar um ótimo relatório de monitoramento de redes sociais, entre em contato conosco. Será um prazer te ajudar a crescer no marketing digital!

 

Tags: ,,,,

Posts Relacionados


Bume