6 dicas para fidelizar clientes na internet

Atrair e fidelizar clientes são objetivos de todo empreendedor. Porém, nem todos sabem como agir. É preciso dominar várias questões, como emitir notas fiscais de serviço, otimizar os investimentos financeiros e aumentar o número de fãs de sua marca.

Como as redes sociais vão muito além de likes e publicações com emojis, você precisa estar preparado para superar desafios e alcançar os resultados que deseja.

Além disso, a internet tem oportunidades para todos os tipos de empresas, inclusive para os seus concorrentes. Se você não agir corretamente, provavelmente, terá grandes dores de cabeça para deixar os seus consumidores satisfeitos e fiéis.

Pensando nisso, você vai descobrir 6 importantes dicas para fidelizar clientes.

1. Conheça as dores de sua persona

Todos os procedimentos de atendimento ao cliente devem ser baseados em sua persona. De nada adianta, por exemplo, adotar uma linguagem extremamente formal em suas postagens no Instagram se os seus clientes são adolescentes.

Desse modo, estude muito bem o que o seu público deseja e mostre como a sua marca pode ajudá-lo.

Ao conhecer as dores dos clientes, você consegue traçar estratégias mais precisas e eficientes, que otimizam os investimentos financeiros e agregam valor ao seu serviço.

Você pode fazer perguntas em suas postagens, por exemplo. Essa técnica desperta a curiosidade das pessoas, fazendo com que elas se sintam valorizadas, e fornece informações valiosas.

2. Produza conteúdos de qualidade

A fim de fidelizar clientes na internet, você deve ir além do comum e inovar em seu posicionamento. É necessário encantar o seu público e mantê-lo entretido, entregando conteúdos de alto valor.

Enviar materiais gratuitos fortalece os laços entre a sua marca e os consumidores e não deixa que a sua empresa seja esquecida. Por isso, crie conteúdos épicos, que fomentam o engajamento de seus clientes.

3. Analise resultados

As decisões de um empreendedor são determinantes para a obtenção de resultados positivos. Se você agir sem pensar, certamente, não alcançará os objetivos que deseja. Dessa maneira, é muito importante acompanhar tudo o que acontece em sua gestão.

As são amplamente utilizadas para atrair e fidelizar clientes. Elas disponibilizam ferramentas e informações, a fim de facilitar o seu monitoramento. É possível ficar por dentro dos seguintes fatores:

  • informações sobre gênero, demografia e interesses;
  • quantidade, origem e horário de acesso;
  • tipos de interações com as suas publicações;
  • dispositivos eletrônicos utilizados.

A partir da análise de dados, você pode criar um planejamento estratégico e prever tendências.

4. Dê respostas rápidas

Na hora de fidelizar clientes, sempre se coloque no lugar da outra pessoa. Normalmente, ninguém gosta de esperar durante muito tempo por uma resposta, certo?

Dessa forma, tenha um time preparado para solucionar todas as dúvidas de seus consumidores. Realize treinamentos e mostre quais são as melhores práticas para fidelizar e atrair clientes na internet.

Fique atento às solicitações feitas em redes sociais, como o Direct do Instagram, o Messenger do Facebook e o Whastapp. Essas ferramentas são gratuitas e utilizadas por muitas pessoas.

Se você estiver presente nesses meios de comunicação, menor será o caminho entre o cliente e sua marca e melhor será o relacionamento entre vocês. E não se esqueça da nova ferramenta do Instagram também: o IGTV.

Os gifs e os emojis estão na moda, portanto, utilize-os quando for necessário e adequado.

5. Aproveite as datas comemorativas

Muitas empresas aproveitam as datas comemorativas, como o dia das mães e o carnaval, para fazer campanhas com a automação de marketing Essa é uma excelente maneira de manter contato com o mercado e fidelizar clientes. E a internet facilita o seu trabalho.

As estratégias de email marketing e as divulgações em redes sociais o ajudam a marcar presença no mundo digital, como o envio de cupons de descontos ou sorteios em postagens no Instagram.

Não se esqueça de aproveitar as datas menos visadas também. Uma confeitaria, por exemplo, pode criar ofertas especiais no dia do confeiteiro. Já uma gestão especializada em tecnologia da informação pode homenagear o aniversário da invenção de algo importante, como o surgimento do computador ou da internet.

Como há inúmeras possibilidades, deixe a sua imaginação livre. Saiba que a satisfação do cliente é maior quando você inova e personaliza as suas promoções.

6. Saiba fazer um bom pós-venda

Muitos empreendedores acreditam que a realização de uma venda é o último passo na jornada de um cliente. Porém, esse conceito está equivocado. Após a compra da mercadoria, inicia-se uma nova etapa.

A fim de realizar um pós-venda de sucesso, você deve manter contato com o consumidor. Hoje em dia, existem várias opções para fazer isso, como:

  • email;
  • ligações telefônicas;
  • redes sociais.

Lembre-se de que é mais fácil realizar uma segunda venda para uma mesma pessoa do que atrair um outro consumidor. Além do mais, um bom pós-venda faz com que os clientes recomendem a sua marca. Grandes empresas do mercado, como a Apple, fazem isso muito bem e têm milhares de fãs e promotores.

Em qualquer situação, esteja aberto para ouvir e analisar feedbacks. Por mais dedicado e experiente que você seja, sempre existirá um consumidor insatisfeito. Nessas horas, não faça como a maioria das empresas: mostre que você está ali para garantir o bem-estar do cliente.

Dica bônus: Mantenha o negócio legalizado

A legalização da empresa é um assunto muito sério. Você pode criar mercadorias de qualidade e prestar um bom serviço, mas, se não estiver com as contas em dia e de acordo com as legislações, terá muitos problemas para ganhar credibilidade e atrair clientes. Então, se empenhe ao garantir a legalização do negócio digital.

Nessas horas, um ponto muito importante está relacionado à emissão de notas fiscais. Esse documento é obrigatório para quase toda organização, pois regulariza as negociações e permite o pagamento de impostos.

Tenha em mente que existem diferentes notas fiscais:

Como esse assunto é complicado, você pode ter muitas perguntas.

Portanto, é imprescindível ter um contador ao seu lado, a fim de otimizar a gestão financeira. Esse profissional tem o conhecimento necessário para respeitar as determinações fiscais e emitir notas fiscais corretamente.

Além disso, é possível contratar um emissor automático de notas fiscais. Essa ferramenta facilita a sua rotina ao permitir a emissão de notas fiscais em poucos cliques.

E então, gostou do nosso conteúdo? Quer aprender ainda mais práticas para o bom desempenho no mercado digital? Continue com a gente e descubra sobre a emissão de notas fiscais no Facebook!

enotas logo

Artigo produzido pelo Enotas

Somos apenas humanos que acreditam que os computadores deveriam trabalhar mais a nosso favor, principalmente se tratando do cumprimento das nossas obrigações fiscais. Emitimos automaticamente a Nota Fiscal Eletrônica de Serviço (NFS-e), Produto (NF-e) e Consumidor (NFC-e).

Read More

Marketing nas Redes Sociais: conteúdo e resultados

O universo da comunicação sempre passou por diversas mudanças, muitas delas relacionadas às mídias usadas para transmitir as informações. Dos papiros antigos, evoluindo para o rádio e a onipresente TV, chegamos à era digital. E não há dúvidas de que, o que antes era tendência, hoje se tornou realidade. Facebook, Instagram e Twitter são os meios de comunicação mais acessados do mundo. Nesse cenário, foi inevitável surgir com força total o marketing nas redes sociais.

A prática do marketing sempre existiu. Lado a lado dos primeiros vendedores, ele estava presente nas táticas de argumentação e persuasão usadas para convencer pessoas a se tornarem consumidoras de serviços e produtos. A lógica continua a mesma hoje em dia.

Vemos no cenário digital, cada vez mais empresas direcionando seus investimentos ao marketing digital, contratando agências para elaborar estratégias específicas em busca da conquista por seguidores e eventuais consumidores da sua marca.

Uma pesquisa atual da Social Media Trends, realizada com mais de mil pessoas no Brasil, mostrou que mais de 90% estão presentes e ativas nas Redes Sociais. Esse número beirando os 100% é mais do que suficiente para explicar a importância do marketing nas redes sociais.

Mas não basta criar um perfil e adquirir um endereço virtual para ser encontrado pelo público. A sua presença online merece uma atenção especial para funcionar. Por isso, nossa dica é focar suas ações em dois eixos principais: conteúdo e resultados.

Conteúdo para o Marketing nas Redes Sociais

Vamos supor que você já tenha colocado em ação a criação de um site e seus perfis nas principais redes sociais para o seu negócio. Essa determinação vai ser dada pela pesquisa de quais são as redes utilizadas pelo seu público alvo. Agora é hora de começar para valer o trabalho do marketing nas redes sociais.  A primeira coisa com a qual você precisa se preocupar é o conteúdo que vai postar.

Será preciso cativar e encantar os seguidores com uma identidade visual original e temas relevantes, longe da simplista auto-promoção. Seu conteúdo deve transmitir ideais de vida, sentimentos e humanidade. Os posts vão dar o tom de qual será a percepção dos outros frente à sua empresa.

Você está no território ideal para promover sua marca e, de forma indireta, atrair sua primeira comunidade de seguidores. Eles vão iniciar a propagação e interação com o seu perfil. A partir disso será possível gerar leads, potenciais clientes e, por fim, converter seu conteúdo em resultados. Essa é a essência do marketing nas redes sociais.

A frequência das postagens também é muito importante para o sucesso do seu perfil. Mas é igualmente essencial se atentar à necessidade de criar relacionamentos com os seus seguidores. O engajamento real acontece quando você está presente para responder aos comentários, mensagens e demais  interações que venham por parte deles.

O bom conteúdo passa por essa personificação e presença online constantes!

Resultados do Marketing nas Redes Sociais

Com um conteúdo arrebatador você começou com o pé direito sua estratégia de marketing digital. Mas as redes sociais pedem um pouco mais do que isso para quem está realmente focado em obter resultados. Vai ser preciso monitorar sua rede, coletar dados, analisar números, saber investir em impulsionamento e automação para completar as demandas do marketing nas redes sociais.

Mas, calma, não é preciso fazer tudo de uma só vez, e no mercado é possível encontrar profissionais especializados na busca por esses resultados. A ideia é aplicar estratégias como a análise desempenho, testar melhores horários, tópicos e demais peculiaridades do seu conteúdo para replicar o que dá mais certo, otimizando assim os resultados.

Outra parte importante do trabalho do profissional de marketing nas redes sociais acontece na utilização de ferramentas digitais. Elas ajudam a potencializar o alcance da sua estratégia. A automação no Instagram, por exemplo, é uma realidade praticada por grande parte das empresas e possibilita um alcance direcionado ao seu público alvo.

Mais sobre esses detalhes e informações sobre o marketing nas redes sociais, você encontra aqui no blog! Vale a pena mergulhar nesse universo que veio para ficar e transformou a maneira de se fazer comunicação e estratégias de marketing em todo o mundo. Faça parte você também!

Quer ter mais resultados como seu Instagram? Então baixe o nosso cronograma de conteúdo para Redes Sociais:

Read More

Como funcionam os algorítimos das principais redes sociais do Brasil

As redes sociais são, sem sombra de dúvidas, uma das melhores inovações trazidas pela internet. E não foi somente no campo pessoal que este recurso introduziu melhorias — o relacionamento das empresas com os seus clientes também ganhou uma atuação cada vez mais preocupada com o atendimento às necessidades individuais.

Em virtude desse crescimento acelerado, surge a necessidade de criar mecanismos para gerenciar de maneira mais eficiente as audiências, no caso o algoritmo das redes sociais. Essa ferramenta exerce um papel decisivo no marketing de conteúdo, proporcionando melhores resultados a qualquer empreendimento. Mas o que exatamente são e como funcionam os algoritmos?

Continue com a gente e entenda o que você precisa saber para melhorar a performance do seu negócio nas redes sociais. Boa leitura!

O que é o algoritmo das redes sociais?

O algoritmo redes sociais consiste em uma fórmula inteligente de separar os conteúdos disponibilizados nas redes e apresentá-los aos usuários com real interesse naquele tema.

Eles nada mais são do que um método eficiente de aproximação das empresas com possíveis clientes, indivíduos com os quais elas têm alguma afinidade. E com isso, fazem com que apareça nos seus feeds de notícias não somente os posts mais recentes, mas principalmente aqueles que satisfaçam seus interesses.

Esses instrumentos representam uma espécie de segmentação de público — compreender quem são as pessoas ideais ao consumo do seu conteúdo e, portanto, priorizá-los no momento da exibição.

Os algoritmos seguem princípios básicos:

  • o tipo de interação do usuário com o conteúdo: quem postou e quais foram as reações, seja comentário, curtida, compartilhamento;
  • a popularidade do conteúdo: se possuem maior engajamento, ganham prioridade no feed.

Por que adotar algoritmos nas redes sociais?

A experiência do usuário é interpretada como principal motivo da implementação de algoritmos nas redes sociais. Entretanto, muitos outros fatores e interesses estão em jogo. Veja alguns exemplos:

Lucro com os anúncios

Qual a melhor justificativa para uma empresa investir em redes sociais, senão aumentar a lucratividade? Pois bem, esta é, notadamente, uma das principais finalidades desse procedimento.

Na medida que o alcance orgânico nas plataformas vai diminuindo, as empresas precisam investir cada vez mais em anúncios para serem notadas dentro das redes sociais. Com elas, é possível atingir o principal objetivo do marketing digital: impactar exatamente os usuários com potencial para se tornarem clientes.

Centralizar os canais de distribuição de conteúdo

A grande tendência das plataformas digitais vem sendo a divulgação de uma gama de conteúdos com o suporte para formatos diversificados. Atualmente, no Facebook, por exemplo, é possível publicar notícias, vídeos, fazer transmissões ao vivo etc. Ou seja, existe uma série de recursos que, até pouco tempo atrás, estavam divididos em cada rede social.

Nesse sentido, os algoritmos aparecem como instrumento apto a aumentar o tempo de permanência dos usuários na rede. Por outro lado, fazem com que as empresas também se esforcem para entregar conteúdos cada vez mais relevantes.

Como performar nas diferentes redes?

Instagram

Originalmente, o Instagram é uma rede que foi criada sem ter como base a utilização de algoritmo. Seu feed foi estruturado para mostrar as publicações em uma ordem cronológica — ao abrir o aplicativo, as postagens mais recentes apareciam no topo, isto é, sempre se via as publicações das mais recentes para as mais antigas.

No entanto, a partir de 2016, algumas alterações foram implementadas no app e a cronologia deixou de ser aplicada, passando a valer as regras de funcionamento dos algoritmos. Hoje, são três elementos que interferem no modo como você acessa a postagens. São eles:

  • tempo: embora tenha perdido a linearidade das publicações mais novas para as antigas, no Instagram ainda há uma organização conforme o tempo;
  • engajamento: o objetivo é identificar as preferências do usuário de acordo com os comentários e curtidas dados em um post e, assim, priorizar no seu feed aqueles com maior engajamento;
  • relacionamento: a rede interpreta as informações colhidas no engajamento e destaca as postadas nas contas com as quais o usuário interage mais.

Tudo isso significa que, apesar de não mais predominar o tempo, o aplicativo tende a mostrar primeiro as publicações ou histórias recentes, e o algoritmo ainda privilegia as contas que têm maior conexão com o usuário.

Não é à toa que hoje o Instagram é a rede social com o maior engajamento. As pessoas não estão ali apenas para compartilhar seus momentos de intimidade — elas também procuram informações e querem encontrar produtos e serviços de interesse.

O Instagram transformou-se em uma plataforma de excelente visibilidade para as empresas, possibilitando um contato mais direto e personalizado com suas personas. Os gestores já perceberam esta oportunidade, uma nova tendência de comportamento do mercado e, por isso, vêm investindo fortemente nos anúncios dentro do aplicativo.

O intuito de desenvolver atuação do seu negócio na rede do Instagram é a conquista dos usuários que possam se tornar compradores, bem como encontrar e interagir com outras empresas, isto é, encontrar parceiros.

Como todo tipo de material destinado a persuasão, é fundamental conhecer as características da plataforma para então potencializar a qualidade e o alcance dos conteúdos. Mais do que mostrar que está sempre presente, certificar-se de que suas ações serão eficientes depende de alguns fatores como:

  • saber qual o melhor horário para postar;
  • criar um conteúdo visualmente atrativo;
  • convidar as pessoas a praticar alguma ação: seja incentivando comentários, marcação de amigos, compartilhamento mensagem direta, clique no link da bio etc;
  • investir na publicação de stories;
  • usar hashtags;
  • reagir às menções e responder os comentários.

Facebook

Em termos de algoritmos, o Facebook foi a rede social pioneira a adotar a ferramenta, a fim de categorizar os posts dos seus usuários. Mas diante do grande número de publicações, entendeu-se que seria necessário filtrar todas elas, na tentativa de evitar que os consumidores se perdessem rapidamente pelo feed.

O algoritmo da rede leva em consideração inúmeros fatores, com o objetivo de que os conteúdos sejam cada vez mais relevantes aos seus usuários. No entanto, o que podemos dizer é que alguns pontos que o algoritmo do Facebook tem por base são:

  • a quantidade de postagens mostradas;
  • o indivíduo que realizou a postagem, bem como a sua relação com os demais usuários e marcas;
  • o engajamento da sua rede de contatos;
  • o índice de engajamento de uma postagem específica;
  • o nível de informação da postagem e sua autenticidade;
  • o potencial de cliques;
  • o período de duração entre o contato do usuário e a postagem etc.

Recentemente, o dono do Facebook anunciou mudanças referente à entrega dos posts. A tendência é que aumente a distinção entre elas, de acordo com os amigos, familiares e os grupos que usuário possa interagir, deixando o feed cada vez mais personalizado.

O uso dos algoritmos pelo Facebook e demais redes sociais tem como objetivo a aproximação de pessoas que tenham interesses em comum. Seu funcionamento reduziu o potencial de conversão orgânica. Mas, por outro lado, as empresas passaram a investir bastante nos anúncios de rede social, como o Facebook Ads.

Ao apostar nessa ferramenta, aumenta-se o potencial de ampliar o poder de encantamento do seu negócio, garantindo maior alcance e impacto das suas ações.

LinkedIn

O LinkedIn é o espaço estritamente profissional, inclusive é a maior rede social destinada a esse fim no mundo. A plataforma concede às marcas a oportunidade de um posicionamento como autoridade no mercado de atuação, elevando assim a chance de um potencial cliente fechar negócio.

O papel do algoritmo do LinkedIn é assegurar que os conteúdos realmente conquistem um reconhecimento de destaque. E, nesse sentido, obedecem a uma sequência de quatro estágios de avaliação:

  • avaliação: o conteúdo postado passa por filtro, para que seja classificado dentro de uma categoria: spam, baixa qualidade ou bom;
  • mensuração de engajamento: o algoritmo acompanha a exposição do material no feed de notícias e analisa o tipo de engajamento que a postagem recebe inicialmente;
  • checagem de postagens virais: o terceiro passo é verificar autenticidade dos perfis. Se a sua conta publicou um conteúdo e recebeu muitos “likes” e comentários, cabe ao algoritmo investigar se a página não é falsa ou está recebendo o engajamento ilusório;
  • revisão manual de conteúdo: função extremamente importante do algoritmo do LinkedIn. Nesse estágio, as postagens que já passaram pelos critérios anteriores são analisadas individualmente por um funcionário, cujo objetivo é verificar os motivos da popularidade do seu conteúdo, e então ele será mais bem avaliado.

O algoritmo redes sociais é um forte aliado das perspectivas do marketing de conteúdo atual — ele é indispensável para a manutenção do alto nível dos materiais produzidos e que se destinam aos clientes ou leads. Há também, nesse contexto, o papel de assegurar a credibilidade desses conteúdos.

Independentemente de quais sejam os canais escolhidos ou mais adequados para a sua empresa, se utilizados por um grande número de usuários, os algoritmos serão indispensáveis para aprimorar as experiências e aumentar o poder de alcance das campanhas de qualquer empreendimento.

Agora conte para nós, o que você achou deste conteúdo? As informações foram úteis para te ajudar a compreender os mecanismos de funcionamento do algoritmo redes sociais? Então aproveite para entender como melhorar suas vendas no nosso port: Quer ajudar o seu departamento de vendas? Invista na nutrição de leads!

Artigo produzido pela Rock Content

Rock Content é uma startup de software as a service que ajuda empresas a definirem e executarem sua estratégia de marketing de conteúdo, utilizando uma rede de mais de 20000 escritores freelancers espalhados por todo o Brasil.

Read More

Conheça as 5 principais marcas no topo do Ranking do Instagram

Sem uma estratégia robusta para as redes sociais, você arrisca se tornar irrelevante em seu mercado e ter problemas para captar novos clientes. Acontece que, às vezes, falta inspiração para impactar o seu público com conteúdos de qualidade, não é mesmo? Nessas horas, uma boa dica é acompanhar os perfis das empresas que estão no topo do ranking do Instagram.

Focado em conteúdo visual e na interação com o público, o Instagram é uma excelente plataforma para celebridades e influenciadores, assim como um ótimo espaço para marcas se aproximarem de potenciais clientes. Você pode aprender muito sobre o que dá certo nessa rede social ao analisar os posts das principais empresas que estão presentes nela.

Que tal ficar de olho no tipo de publicação que as empresas de maior sucesso nessa rede social costumam criar? Com as devidas adaptações, você poderá estruturar um plano de marketing focado no seu próprio sucesso.

Conheça, a seguir, quais são as 5 principais marcas no topo do ranking do Instagram:

1. Instagram (@instagram)

O Instagram é a empresa mais seguida na rede social, o que serve de indicativo para empresas desenvolverem suas estratégias focadas em conteúdo institucional. Além de anunciar novidades e ações promocionais, o perfil também costuma dar destaque a outras contas, que postam fotos dignas de atenção. Isso faz com que atue como um verdadeiro agregador de conteúdo de qualidade em seu próprio espaço.

View this post on Instagram

Featured photo by @letasobierajski This weekend, the goal of #WHPshapes is to create photos and videos that focus on geometric shapes, like this photo by @letasobierajski. Find shapes in the wild — like a large circular window or a giant balloon shaped like a star that pops out in a scene. Consider shooting a portion of a larger shape to create a new one. From above, the corner of a swimming pool can transform into a bright blue triangle. Think about patterns. Join hands with your friends to make a circle in a rural landscape or draw attention to the pattern created by the patios of a colorful apartment building. Make your own. Craft shapes from your favorite art supplies, and set up scenes where they interact with the real world… or a new planet you’ve dreamed up. PROJECT RULES: Please add the #WHPshapes hashtag only to photos and videos shared over this weekend and only submit your own visuals to the project. If you include music in your video submissions, please only use music to which you own the rights. Any tagged photo or video shared over the weekend is eligible to be featured next week.

A post shared by Instagram (@instagram) on

2. National Geographic (@natgeo)

Com 85 milhões de seguidores, a revista National Geographic é a segunda empresa com mais audiência nessa rede social. A sua estratégia de conteúdo pode se inspirar nesse perfil ao melhorar seus recursos a favor da visibilidade no Instagram. Como tal revista é conhecida por suas matérias em cantos remotos do mundo, o perfil constantemente publica fotos dos bastidores dessas produções para chamar a atenção.

View this post on Instagram

Photograph by @stevewinterphoto I just returned from Zakouma National Park in Chad, one of the most amazing ecosystems on the planet – I have been to so many places throughout my career @natgeo – the amazing abundance of life found here is off the charts. Zakouma is one of the parks of the groundbreaking conservation group African Parks. Elephants that were once so fearful of people now feel safe enough to come to the park Director’s home to drink from the waterhole 10 meters away – I am in a underground hide photographing. This is a hopeful story about the revival of a highly threatened species, as well as the trajectory of Zakouma – a park that was once ravaged by poaching and insecurity but has been transformed into a secure and flourishing park since 2010. Elephants had experienced a 95% loss from rampant poaching prior to African Parks’ involvement. Poaching drove a massive decline in the elephant population, from 4,000 individuals in 2002 to just 450 in 2010. African Parks assumed management of Zakouma in 2010, and due to effective law enforcement measures and community networks, poaching has been practically eliminated with only a few individuals being lost in the past seven years. The elephant population is finally on the rise; with over 550 individuals counted in 2016, this is the first time elephants have been on the increase in over a decade. Without the support of local communities this would not work. The local men and women are trained as guards for the anti-poaching patrols. Who knows the area and people better than the local people – then they also have secure jobs to support their families and communities! They have jobs in other parts of the park also including tourism and management. This is truly a remarkable effort to repopulate and protect African Parks. @AfricanParksNetwork @natgeo @stevewinterphoto @Zakouma_National_Park @natgeocreative @natgeowild

A post shared by National Geographic (@natgeo) on

 

3. Nike (@nike)

Tendo seu nome sempre associado a esportes e atitude, a Nike é a empresa com a terceira maior audiência no ranking do Instagram. Seu perfil investe pesado em um feed criativo e inovador. O perfil serve como mais um canal responsável por consolidar a identidade da marca focada em sua tagline “Just do it”. E para isso utiliza fotos e vídeos de cenas esportivas com seus produtos em segundo plano. A sua empresa pode se inspirar nessa proposta para criar um conteúdo de qualidade.

4. Victoria’s Secret (@victoriassecret)

É possível chegar até o Top 5 do ranking do Instagram de empresas com uma estratégia de conteúdo puramente comercial. A marca de lingerie dedica quase todo o seu espaço a promover os seus produtos. Sua prioridade é dar destaque a novas coleções e novidades da estação. Utilizando recursos como vídeos e stories, consegue atrair engajamento de seus fãs e mantê-los em contato com suas atualizações.

View this post on Instagram

Glossed & found: Your summer beauty must-have 👄

A post shared by Victoria's Secret (@victoriassecret) on

5. Real Madrid C.F. (@realmadrid)

Com impressionantes 54 milhões de seguidores, o time de futebol espanhol Real Madrid está em quinto lugar no ranking do Instagram de empresas. O perfil se mantém perto do topo graças a uma estratégia competente de conteúdo. Seus posts alternam entre cenas dos treinos e partidas decisivas, essas com ângulos criativos e inusitados de elementos que fazem alusão a torcer pelo clube. Serve de inspiração para sua empresa buscar na própria identidade a fonte de ideias para seus posts.

View this post on Instagram

🎮⚽ Coming soon… @Cristiano | #FIFA19

A post shared by Real Madrid C.F. (@realmadrid) on

Comece a seguir cada um desses perfis do ranking do Instagram para contar com doses periódicas de conteúdo estratégico sempre que acessar essa rede social. A sua empresa tem muito a ganhar, ao contar com uma reformulação na estratégia, tendo foco em impactar seu público com publicações inovadoras e eficazes.

Permita que mais pessoas tenham acesso a essas informações. Compartilhe este artigo nas suas redes sociais! Se você se interessou por esse tipo de conteúdo encontre no nosso site, em categorias, mais assuntos relacionados ao mesmo.

Read More

Entenda o que é cross posting e quais os prós e contras

A sua marca administra perfis em diversas redes sociais e fica difícil criar conteúdo para todos eles? Uma possibilidade para aliviar esse volume de trabalho está no cross posting.

Essa é uma técnica utilizada pelas marcas nas redes sociais que consiste em replicar suas publicações em mais de um canal diferente. Ou seja, significa pegar o post do Facebook e publicá-lo no Instagram ou no Twitter, por exemplo.

À primeira vista, o cross posting promete uma economia substancial de tempo para a equipe envolvida com a criação do conteúdo. No entanto, as coisas não são bem assim. É necessário considerar o lado positivo e o negativo dessa iniciativa.

Veja, a seguir, tudo o que você precisa levar em conta ao implementar o cross posting em sua marca!

Quais as vantagens do cross posting?

Na maioria dos casos, manter uma presença ativa nas redes sociais da sua marca é uma ótima forma de garantir sucesso em engajamento. Algumas plataformas, como o Facebook e o Instagram, costumam impulsionar o alcance de publicações que recebem mais interações, e uma maneira de ter esse retorno é aumentando seu número de posts.

Além disso, o cross posting vai contribuir para que você e sua equipe economizem tempo. Não será necessário pensar em um conteúdo específico para cada rede, já que o mesmo material será direcionado para todas elas. Ao contar com mais produtividade, será possível planejar ações mais estratégicas e detectar oportunidades vantajosas.

Utilizar o cross posting vai permitir que a presença da sua marca nas redes sociais fique mais robusta sem representar um compromisso de tempo e esforço significativo da sua parte e do seu time. É um recurso a se considerar dependendo das condições da sua empresa.

Quais as desvantagens do cross posting?

Em teoria, usar o cross posting pode ser considerado algo perfeito. No entanto, a realidade não é bem assim. Para começar, nem todo conteúdo é apropriado para todas as plataformas. Como seus formatos variam bastante, nem sempre o que você posta no Instagram vai funcionar bem no Facebook, por exemplo.

A sua prática pode causar um efeito negativo no seu público também. Aqueles que seguem a sua empresa em várias redes sociais podem ficar frustrados ao verem o mesmo conteúdo sendo repetido várias vezes, em múltiplos canais. A tendência é que queiram sempre publicações inéditas.

Isso faz com que seja criada a impressão de que seus posts são automatizados, afastando o público interessado em interagir e engajar-se com as publicações. Em vez de aumentar seu alcance, isso pode fazer com que ele diminua.

Você deve usar cross posting em sua estratégia?

Considerando os pontos positivos e negativos, você tem que avaliar as necessidades da sua marca e também as características do seu conteúdo para tomar a sua decisão. O cross posting pode representar um ganho de tempo e engajamento, mas traz alguns riscos que precisam ser levados em consideração.

O que pode dar certo no caso da sua marca é equilibrar as duas abordagens. Não aposte completamente no cross posting; em vez disso, utilize essa prática apenas com alguns posts. Assim, será possível contar com o benefício da economia de tempo sem correr os riscos mais graves.

Outra possibilidade envolve usar ferramentas que otimizem o tempo da equipe ao trabalhar com essas publicações. Existem diversos recursos capazes de tornar mais rápido o processo de redação e agendamento, permitindo que ganhe em produtividade.

Um exemplo é a DM automática do Instagram, por exemplo.

O cross posting é um exemplo de como diversas iniciativas no marketing digital contam com vantagens e desvantagens e é necessário considerar as suas características antes de tomar uma decisão. Dada a importância que os canais sociais têm para as marcas, é preciso garantir as escolhas corretas em todas as esferas para evitar que seus resultados sejam prejudicados.

Que tal ficar por dentro de mais novidades? Basta cadastrar o seu e-mail para começar a receber a nossa newsletter em sua caixa de entrada! Não perca essa oportunidade!

Read More

Calendário editorial: saiba qual é a relevância e como montar o seu

A criação de conteúdo da sua marca precisa ser organizada para que consiga trazer os benefícios esperados por você. Isso significa ter um planejamento robusto das pautas que serão desenvolvidas, o timing da publicação delas e contar com meios para documentar tudo isso. A solução está em um calendário editorial.

Trata-se de um controle de todo o conteúdo que será desenvolvido pela sua marca, devidamente inserido em suas respectivas datas e horários. Ao oferecer a você a possibilidade de planejar com antecedência, torna possível aproveitar mais oportunidades de engajamento no futuro.

Além disso, o calendário editorial serve como um registro de fácil consulta a respeito de todas as suas iniciativas de conteúdo do passado e do futuro. Tal documentação é essencial para qualquer marca que tenha uma estratégia séria de publicação.

Por que usar um calendário editorial em sua empresa?

Muitos dos problemas enfrentados por quem trabalha com criação gira em torno de dificuldades em acessar informações e antecipar suas ações. Para aproveitar tudo o que o marketing de conteúdo oferece, é necessário contar com a estrutura certa para controlar seu trabalho.

Esse é o papel do calendário editorial, que pode trazer uma série de vantagens para a sua empresa. Para começar, ele permite que você consiga se planejar para o futuro, detectando oportunidades e garantindo a ideia e a execução de conteúdo para as datas corretas.

Além disso, o calendário editorial oferece fácil acesso a essas informações a qualquer pessoa da sua equipe. É bastante negativo quando cada um tem o seu método particular de organização (ou nenhum). Utilizar o calendário editorial de maneira colaborativa é uma forma de maximizar os benefícios trazidos por esse sistema.

O calendário editorial possibilita prever o tipo de conteúdo, frequência, horários, abordagem e facilita a mensuração dos seus resultados.

Antecipar datas comemorativas

No caso específico para quem quem aposta nas redes sociais, o calendário editorial também possibilita antecipar datas comemorativas. 

Se você busca engajamento com o público, lembrar e parabenizar seus seguidores em dias específicos é muito importante. E com um calendário editorial bem organizado, a criação de conteúdo para essas datas entra na rotina. Dessa forma, situações como esquecimento de uma data ou fazer uma peça gráfica de última hora serão coisa do passado.

Como criar um calendário editorial para a sua marca?

O objetivo do calendário editorial é otimizar os seus processos de planejamento e criação de conteúdo. Portanto, deve se adaptar às necessidades e particularidades da sua empresa. Leve em consideração os canais em que ela atua, o tipo de material produzido, os temas das publicações, entre outros.

Um dos pontos mais importantes ao trabalhar com um calendário editorial é torná-lo facilmente acessível para a sua equipe. Afinal, o real valor dele está em facilitar a colaboração do time ao ter as informações de conteúdo acessíveis em um único lugar.

A estrutura do seu calendário editorial não precisa ser imutável. Conforme você o utiliza, pode realizar pequenas mudanças para deixá-lo ainda melhor e se adaptar às necessidades da sua marca. O objetivo deve sempre ser o de facilitar o trabalho de criação.

Para economizar tempo, você pode aproveitar um modelo pronto de calendário editorial e começar a trabalhar com ele desde já.

Tudo pronto para começar?

Agora que você já sabe dos benefícios de usar um calendário editorial e conhece os passos para criar o seu, está na hora de implementar essa solução em sua empresa. Você logo conseguirá perceber o valor desse recurso, que proporcionará um impacto direto na qualidade das suas entregas e na produtividade da equipe envolvida com a criação. Comece o quanto antes!

Agora que você já está com o conteúdo organizado, está na hora de garantir que mais pessoas tenham acesso ao conteúdo criado. Você sabia que existem ferramentas para aumentar o número de seguidores no Instagram? Veja como escolher a melhor opção para você. 

Calendário editorial

Read More

Entenda a importância da análise de dados na tomada de decisões

Foi-se o tempo em que a tomada de decisões em uma empresa era feita somente com base no feeling do empresário, atualmente, quem não basear as suas ações em uma análise de dados sólida está fadado a perder dinheiro.

Milhares de dados são gerados a cada minuto e cabe ao empresário identificar quais deles são relevantes, capturá-los, cruzá-los e, a partir daí, realizar uma análise minuciosa para identificar tendências, possíveis problemas internos e oportunidades de mercado.

Neste post, falaremos um pouco sobre a análise de dados, suas vantagens e como aplicá-la na tomada de decisões de sua empresa.

Qual o papel da análise de dados e suas vantagens?

A análise de dados é essencial para qualquer área da empresa, afinal, por meio dela é possível tomar decisões com segurança, melhorar processos e ter mais segurança ao realizar um investimento, seja em equipamentos, estrutura ou ações de marketing.

Para realizar essa análise de maneira correta, é preciso fazer as perguntas certas, afinal, é preciso ter um objetivo antes de procurar caminhos para alcançá-lo. Após a definição e a coleta de dados, é preciso compará-los e identificar padrões.

No caso do Data Marketing (utilização de dados em marketing) esses padrões indicarão, por exemplo, quais as principais reclamações de seus clientes, seus hábitos de consumo e produtos com maior saída.

Confira as principais vantagens que sua empresa pode obter ao investir em análise de dados:

  • maior segurança nos investimentos;
  • possibilidade de antever tendências e se preparar para elas;
  • estar à frente de seus concorrentes;
  • criar uma diferenciação de mercado;
  • identificar problemas com antecedência e;
  • aumentar os resultados da empresa.

A origem dos dados

O ponto chave de uma análise de dados bem-feita é a seleção da origem dos dados utilizados nela. Busque sempre por fontes confiáveis e mantenha seus sistemas sempre atualizados, afinal, dados antigos podem ser ineficientes e não retratar o momento atual da empresa de maneira fidedigna.

Como esta análise auxilia a tomada de decisões?

Seria ótimo poder investir e ter a certeza de um retorno, não é mesmo? Então, por meio de uma análise de dados é possível ter mais segurança em relação aos investimentos realizados e conhecer a fundo o perfil de seus clientes.

Essa análise auxilia, ainda, na prevenção da perda de recursos com ações e processos desnecessários ou que não estão trazendo lucros para a empresa.

Como tomar decisões baseadas no Data Marketing?

Para adotar a análise de dados em sua empresa é preciso incuti-la em sua cultura e implantar uma gestão baseada em dados. Confira algumas dicas para executar essa análise abaixo.

Utilize ferramentas de BI

Sim, é preciso investir em uma ferramenta de Inteligência de Mercado (Business Intelligence ou BI). Por meio dela é possível organizar os dados de maneira lógica, cruzá-los e gerar relatórios e gráficos precisos.

Verifique os dados existentes

Você já sabe de onde vai extrair os dados para a sua ferramenta de BI? Eles poderão ser extraídos dos seguintes canais:

  • redes sociais: alcance orgânico, alcance pago, curtidas e compartilhamentos;
  • ferramentas de automação de marketing: taxa de abertura de e-mails e taxa de cliques;
  • CRM: dados demográficos e etapa da jornada de compra;
  • pesquisas de mercado: tendências de consumo, situação econômica e ações de concorrentes;
  • sistemas ERP: fluxo de caixa, valor de ativos, métricas de processos e;
  • diversos outros.

O fundamental é lembrar que esses dados deverão ser de qualidade e as fontes devem ser atualizadas com frequência.

Extraia feedbacks úteis

Em sua ferramenta de BI, busque extrair informações úteis e que, de fato, tragam alguma informação que beneficiará a empresa. Curtidas no Facebook e menções no Twitter, por si só, não são relevantes, então tenha cuidado com as métricas de vaidade!

Transforme dados em ação

De nada adianta ter uma porção de dados disponíveis, se você não faz nada com eles. Analise os dados coletados e, a partir deles, trace um plano de ações e campanhas para a sua empresa. Ignorar essas informações é a mesma coisa que ter uma Ferrari e andar a pé em uma pista de corrida.

Ficou interessado em como a análise de dados pode auxiliar a sua empresa a crescer? Entre em contato com a gente e tire as suas dúvidas!

Read More

Aproveite ao máximo todos os números disponíveis nas Redes Sociais

Você provavelmente já ouviu falar de Big Data ou tem alguma noção da importância dos dados no mundo corporativo. Não é surpresa para ninguém a vigília em que vivemos hoje.

Um exemplo disso que tem se tornado mais constante é a tendência de remarketing que às vezes assusta. De repente começam a aparecer na sua timeline anúncios oferecendo exatamente aquilo que você queria comprar.

Em alguns casos a pessoa jura que nem pesquisou pelo item na internet, mas apenas falou sobre o assunto e de alguma maneira foi “grampeada” pela empresa anunciante. Não é mágica e, muitas vezes, esse rastreamento tem uma base importante para funcionar, o relatório de monitoramento de redes sociais.

Obs: sugiro tentar uma abordagem diferente. Dessa forma o assunto está sendo visto de maneira negativa, como se o monitoramento fosse algo muito ruim ou muito invasivo.

O que preciso pensar ao montar o meu Relatório de Monitoramento de Redes Sociais?

Os relatórios automáticos gerados pelo Facebook e pelo Instagram, por exemplo, são migalhas dos dados já mastigados para você. Se você parar pra pensar na população conectada, verá que a sociedade foi traduzida em terabytes e mais terabytes de informações intermináveis.

Nossas pegadas digitais já são capazes de ocupar galerias imensas. Nesses armazéns da memória coletiva, registrada pelo digital, os servidores se tornam os grandes guardiões. São nuvens de informações, que para muitos valem mais que ouro.

Então, porque será que os dados importam tanto? Para nós, do marketing digital, os números são a base da medida do sucesso e as setas que apontam para novos destinos, novas tentativas. Sem os números é impossível saber se o trabalho de cultivar seus leads e a estratégia de conteúdo deram certo. Por isso, o poder de um relatório de monitoramento de redes sociais é algo levado a sério no blog Marketing nas Redes Sociais.

Estética

Já que avaliam o livro pela capa, vamos começar pela parte visual. Seu relatório precisa contar uma história e não apenas espalhar números e gráficos robustos sobre a tela. Use textos, texturas, imagens e crie uma apresentação interessante, para que os números consigam fazer sentido, seja com o objetivo de apresentação ou leitura individual do relatório.

Conteúdo

Monitore continuamente o desempenho do seu conteúdo. Colete tudo o que foi observado e anote os seus possíveis significados. Isso dará uma conexão do seu relatório com as informações que escolheu para alimentar a rede.

Um exemplo disso é mostrar a quantidade de comentários recorde nas suas publicações no Instagram e destacar aquele comentário que causou mais repercussão, complementando as suas informações.

Comparação

Sem um padrão de comparação os números não dizem muito. Geralmente em um plano de marketing digital é pedido um prazo mínimo de três meses antes de apresentar o primeiro relatório de monitoramento de redes sociais. Depois, é possível fazer um relatório por mês, por semana ou até por dia, comparando o período atual sempre com o anterior. Essa comparação é que vai mostrar em qual direção os seus resultados com as redes sociais estão caminhando.

Métricas

Defina métricas e indicadores de desempenho para seu monitoramento. Essas métricas devem ser explicadas em termos não só quantitativos mas também qualitativos.

Ferramentas

Como vimos, as próprias redes sociais e o Google fornecem dados e ferramentas de relatórios para sua conta empresarial.

Além desses caminhos básicos e extremamente necessários, como o Analytics, por exemplo, sugiro que busque aplicativos, softwares e tabelas inteligentes capazes de auxiliar no seu monitoramento. Para o Instagram existe o BUME que, além de impulsionar o crescimento de seguidores, também fornece números completos do crescimento da sua rede. Vale a pena conferir!

Independentemente do caminho que escolher para monitorar os resultados obtidos com suas ações nas redes sociais, não deixe de fazê-lo.

Caso precise de mais alguma dica ou ajuda para montar um ótimo relatório de monitoramento de redes sociais, entre em contato conosco. Será um prazer te ajudar a crescer no marketing digital!

 

Read More

Live no Instagram: saiba transformar a sua rede em um canal de sucesso

Provavelmente, você já viu seus amigos, influenciadores digitais, celebridades ou empresas fazendo transmissões ao vivo. Eles utilizam a Live no Instagram, recurso de criação de vídeos ao vivo disponível também no Facebook, no Twitter e no YouTube.

Percebeu como interagir ao vivo com a audiência é uma tendência que tomou conta dos principais sites de compartilhamento de conteúdo do mundo? Por isso, vale a pena prestar atenção!

As lives, além do sucesso que fazem,  são um ótimo canal para quem quer ganhar visibilidade no meio digital. Por isso, criamos esse post para você entender e, de fato, fazer uma live no Instagram que fere um bom retorno para o seu perfil.

Confira nossas dicas!

 

Como fazer uma live no Instagram?

O primeiro passo para transmitir uma live no Instagram é deslizar a tela para a direita para abrir a ferramenta da câmera. Depois disso, aparecerão na parte inferior as opções da câmera, como “normal”, “boomerang”, “rebobinar”, “mãos livres” e “ao vivo”.

Clique na última opção e comece sua live.

Para finalizar a transmissão em tempo real, basta clicar em “terminar” e confirmar.

Quando começar a gravação, o Instagram irá notificar seus seguidores para que eles possam acompanhar a sua live em tempo real. Seguidores e demais pessoas interessadas podem encontrar seu conteúdo conforme ele vai ficando popular. Quanto mais os espectadores comentarem e curtirem, mais pessoas serão atingidas pelo comteúdo.

A transmissão pode durar até uma hora sem interrupções.

Ao final dela, o Instagram mostra um panorama da sua audiência durante a live. Ele te mostra quantas pessoas passaram pela transmissão naquele período. Mas esse número não é definitivo!

Se você quiser que essa transmissão ao vivo fique disponível por 24 horas é só publicá-la nos Stories. Para isso, quando o vídeo acabar, basta escolher a opção e compartilhar na parte inferior da tela.

 

 

 

8 dicas para uma live no Instagram de sucesso

Há algumas formas de fazer uma live, o que vai depender de objetivos de engajamento, diálogo e venda direta.

Contudo, o mais importante é sempre a interação, a proximidade e o assunto relevante entre você e seus seguidores. e são esses fatores que vão garantir que seus objetivos sejam alcançados.

Independentemente do objetivo, há boas práticas para a live no Instagram ter sucesso. São elas:

Conte uma história

Início, meio e fim. Expectativa, decepção, superação, tensão e glória.

As pessoas se sentem envolvidas com conteúdos que seguem a linha narrativa. Deixe-as curiosas!

Faça um roteiro e treine antes, planeje bem o conteúdo e o discurso que vai adotar.

Mostre a sua autoridade no assunto

Ao fazer uma live no Instagram é importante assumir que você também do tema que irá tratar.

É preciso mostrar sua autoridade no assunto abordado e cuidar para ser educativo na sua fala.

Pertencimento também é de grande valor para sua audiência, não esconda seu lado humano nas transmissões.

Compartilhar como aprendeu o que está falando também é uma boa estratégia de aproximação.

Crie um roteiro para a live

Um roteiro é muito importante para seguir uma linha de pensamento e entregar sua ideia com clareza.

A ideia não é uma live no Instagram com conteúdo engessado, do tipo que dê a impressão que você está lendo.

O roteiro serve como um guia, um conjunto de anotações sobre os assuntos que devem ser abordados, formas de chamar a atenção do público e fazer com que ele responda aos impulsos gerados na conversa.

Interaja

Uma das maiores vantagens de usar a live do Instagram como recurso é a possibilidade de interação imediata.

Diga o nome das pessoas à medida que elas forem chegando para assistir, faça perguntas, fique atento às reações do público e tenha jogo de cintura para responder na hora certa e de maneira adequada.

Lembre-se que o público é tudo, sendo a interação um ótimo termômetro das suas transmissões.

Atente à qualidade

Lembre-se, como em qualquer canal, no Instagram também há concorrência, e as diferenças aparecem no conteúdo e sua qualidade.

Por isso, é muito importante atentar à qualidade, tanto da imagem, quanto do seu equipamento e do conteúdo como um todo.

Não deixe passar pequenos erros que podem comprometer sua imagem frente à sua audiência. Portanto, escolha fazer a live em um local que tem boa conexão da internet.

Faça essa verificação perguntando à sua audiência sobre a qualidade do som e da imagem.

Avise com antecedência

Seja a primeira ou mais uma live, fazer uma publicação avisando quando será feita uma transmissão é uma ótima forma de engajar.

A maioria dos seus seguidores vai se juntar a sua transmissão assim que ela começar, mas uma outra parte, sendo avisada com antecedência, tem mais chances de aparecer por lá na hora.

Nesse post de aviso, conte os principais assuntos da live para cativar o público.

Convide outras pessoas

Ter outras pessoas na sua live pode agregar muito. O ideal é que seja alguém que entenda daquele tema e possa responder e complementar o que você pretende dizer.

Esse contraponto vai complementar sua transmissão e é bom para atrair seguidores.

Não desista após a primeira experiência

Talvez a dica mais importante seja essa. No meio digital há concorrência, e por isso, criar uma audiência engajada pode levar tempo.

Não se prenda ao número de visualizações das primeiras transmissões, mas analise sua qualidade, as respostas do público.

Ao longo do tempo, seguindo essas dicas, suas transmissões vão ganhar público e notoriedade.

Agora que você sabe como fazer uma live no Instagram, você está preparado para se aventurar nesse novo canal de comunicação. Saiba que ao vivo tudo pode acontecer e por isso, nas redes sociais, o improviso pode ser seu grande diferencial. Nunca perca a naturalidade e o jogo de cintura.

Com o tempo, é preciso fazer ajustes e melhorar seu conteúdo. A sua audiência será seu capital, e essa é uma grande vantagem: retorno imediato.

Pronto para partir para o trabalho? Já fez alguma live no Instagram? Tem outras dúvidas? Compartilhe agora nos comentários. Queremos saber o que você tem a dizer!


Read More